a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
protesto terreno
10.Fevereiro.2018

Moradores protestam contra doação de terreno

ao TJ pela Prefeitura, que entregou o local para o Tribunal de Justiça da Bahia construir um novo Fórum. O problema é que a área está em um loteamento particular e, segundo o projeto aprovado pela própria Prefeitura, estava destinado para a implantação de área verde de lazer.

Os moradores do bairro Jardim Atlântico - Loteamento I, na zona sul de Ilhéus, continuam mobilizados para impedir a doação, formando o movimento “Área Verde, SIM!”, que vem ganhando a adesão de entidades e cidadãos por meio de um abaixo-assinado.

O local doado pelo prefeito Mário Alexandre ao TJ funciona como a única praça do bairro, mesmo sem equipamentos de lazer. Os moradores dizem que em nenhum momento o prefeito conversou com eles sobre a intenção de doar a área. “Fomos surpreendidos”.

Nesta semana eles enviaram ofício pedindo informações oficiais sobre o que a Prefeitura vai fazer com a área verde, localizada na praça entre as ruas G, H e I, de onde, em dezembro, foram retiradas árvores de madeira de lei, Pau d’arco e outras espécies.

Crime ambiental

Outro oficio foi enviado à Câmara de Vereadores requerendo informações sobre os atos administrativos que autorizaram essa retirada. A derrubada das árvores também deveria ter um parecer da Secretaria de Meio Ambiente e do Inema.

Advogada e moradora, Marta Serafim destaca que o movimento toma um novo impulso. “A vinda de novos atores não moradores do bairro Jardim Atlântico, além das instituições, dá um novo fôlego ao movimento. Isto se traduz em puro exercício de cidadania”.

“Ao lado disso, triste é constatar a total falta de diálogo e de responsabilidade com o bem público da parte dos nossos agentes políticos”, comenta. O abaixo-assinado já conta com a adesão de 500 pessoas e pode ser acessado online em https://goo.gl/RX92yR.