a regiao
booked.net
claudio humberto
15.Maio.2021

Para Bolsonaro, só voto impresso impede fraude

O presidente Jair Bolsonaro está convencido de que há uma trama para fraudar a eleição presidencial de 2022, incluindo pesquisas que considera suspeitas, e acha que a única forma de impedir isso é a adoção do chamado “voto impresso”, que garante a recontagem em seções de votação sob suspeita de fraude na apuração. Um dos argumentos contrários à medida aponta para os custos da impressão do voto, estimados em R$2,5 bilhões em um período de dez anos.


Apoio fundamental

Em Maceió, diante de Bolsonaro, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (P-AL), fez a defesa do voto impresso. Para Arthur Lira, “o sistema de votação em urna eletrônica tem que ser passível de auditagem”, defendendo transparência total na apuração.


Ritmo no Brasil é superior ao europeu

Depois de deixar o Reino Unido para trás no número total de doses de vacinas aplicadas na população, o Brasil começa a se aproximar da média de pessoas imunizadas nos países da União Europeia, incluindo Alemanha e França. Nos primeiros 125 dias, o bloco europeu já havia aplicado duas doses em cerca de 9% dos seus habitantes. Essa marca foi atingida pelo Brasil na quinta (13), 117º dia da campanha nacional.


Com todas as letras

Ativismo e lacração não alteram o que disse à CPI Carlos Murillo, da Pfizer: o contrato só pôde ser assinado após o Brasil acatar a exigência de mudar a lei para blindar a empresa de ações judiciais.


Noção de geografia

O senador Jean Paul (PT-RN) citou “noção de Direito” para dizer que a Justiça acataria ações contra a vacina, anulando a blindagem da Pfizer. Talvez ele não saiba que isso só poderia ser feito em Nova York.


Recordar é viver

Em Maceió, quando passou diante de um grupo de bandeiras vermelhas que protestavam contra ele, o presidente Jair Bolsonaro abriu um largo sorriso de ironia enquanto rodopiava o polegar direito no meio da palma da mão esquerda, símbolo nacional de denúncia de ladroagem.


Chineses ofendidos

Para criticar Bolsonaro, políticos e jornalistas de oposição insinuam que a China atrasa insumos de vacinas como forma de retaliação. Especialistas em China advertem: o que ofende os chineses é a acusação de usar vacinas para “punir” o povo a pretexto de suposta retaliação ao governo.


Consórcio sob suspeita

Em requerimento na CPI, Eduardo Girão (Pode-CE) quer cópias de todos os documentos relativos à “aquisição frustrada de respiradores”, por meio do Consórcio Nordeste, dos nove estados da região.


Mensalão, 16

O Mensalão do governo Lula completa 16 anos em junho. O escândalo que apurou a compra de votos de parlamentares no Congresso com dinheiro público, rendeu a prisão de Zé Dirceu e vários outros figurões.


Fiocruz produz IFA a partir de sexta

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Ministério da Saúde, adotou a estratégia de produzir o IFA, insumo da vacina, já a partir desta sexta (14), adquirindo autonomia para produção de vacinas contra Covid. Já o Instituto Butantan, que teve o mérito de viabilizar a vacina Coronavac, não investiu na própria autonomia, fixando para 2022 sua produção de IFA. Por isso, o Butantan está longe de cumprir entregas de Coronavac prometidas em 2020. A previsão eram 60 milhões de doses até fevereiro.


Na teoria

No anúncio do acordo, a promessa era 6 milhões de doses em outubro e IFA suficiente para produção de mais 40 milhões até dezembro. Segundo dados divulgados pelo Butantan, foram entregues menos da metade das doses prometidas até fevereiro, antes da “crise diplomática”.


Inacreditável

A pesquisa de ontem, indicando Lula à frente de Bolsonaro, não é confirmada por nenhum instituto sério, como o Paraná Pesquisas. Na véspera, a XP/Ipespe, de Antonio Lavareda, indicava o contrário.


Nem o PT acredita

Para Lula somar 55% no 2º turno contra Bolsonaro, ele teria de ter dois em cada três votos em São Paulo e vários estados que sempre votaram contra ele, no auge e antes de ser preso. Nem o PT acredita nisso.


Sem final feliz

Deputados da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte articulam uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar os gastos da governadora Fátima Bezerra (PT) durante a pandemia da Covid-19.


Avaliação de Bolsonaro deve subir

Após o levantamento nacional divulgado há cinco dias pelo Paraná Pesquisas, indicando que Jair Bolsonaro lidera as intenções de voto para presidente em todos os cenários, inclusive de segundo turno, as próximas pesquisas de avaliação devem apontar alta na aprovação do atual chefe de governo. É o que observa o especialista Murilo Hidalgo, presidente do Paraná Pesquisas, ao examinar recentes levantamentos.


Sinalização

Pesquisas recentes da XP e da Atlas, além do próprio Paraná, sinalizam claramente crescimento na avaliação de Bolsonaro em todo o País.



:: Poder sem pudor


Uma raposa em ação

Governador de Minas Gerais e já em campanha para presidente, Tancredo Neves fez um gesto de cortesia ao governo João Figueiredo, ao qual fazia oposição: incluiu a ministra da Educação, Esther de Figueiredo Ferraz, entre os agraciados pela medalha da Inconfidência.

No dia da solenidade, a ministra estranhou a homenagem: “Não tenho qualquer das qualidades exigidas para merecer isso...” Em seu discurso, Tancredo justificou a reputação de raposa política: “A ministra está, realmente, fora do regime da medalha: ela tem muito mais virtudes que as exigidas...”


# Coluna do jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder

Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo.

     


morena fm

 

#claudiohumberto #opiniao #brasilia #politica #claudio_humberto